As dietas ricas em proteínas e moderadas em hidratos de carbono, aliadas a um estilo de vida saudável e exercício físico regular são indicadas para reduzir gorduras no sangue e manter o tecido muscular. Uma dieta rica em proteínas é uma excelente dieta de emagrecimento. Um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition diz que se sente uma maior satisfação, menos fome e se perde peso quando se reduz cerca de 20% a quantidade de calorias ingeridas diariamente e se aumenta em 30% a ingestão de proteínas.

As dietas ricas em proteínas tornaram-se uma forma popular de perder peso por serem muito utilizadas por famosos e ainda porque na dieta das proteínas se pode comer em quantidade alimentos ricos nesta substância. A proteína ajuda a saciar a fome mais que qualquer gordura ou hidrato de carbono, ajudando a controlar o apetite e a ingestão de calorias. Para obter resultados e potenciar perda de peso, recomenda-se a ingestão de 120 gramas de proteína por dia. Tendo sempre em conta que o aumento de consumo de proteínas deve ser feito de forma gradual ao longo de uma semana.

Receba dicas de emagrecimento no seu email! (é grátis!)

 

A proteína é importante para diversas funções do nosso organismo ao longo da vida. É um componente muito importante das células, incluindo músculo e osso, sendo necessário para o crescimento, desenvolvimento, imunidade e para combater infecções. Estudos indicam que as principalmente as mulheres, em idade mais avançada devem consumir bastante proteína pois têm mais dificuldade em regenerar os músculos que os homens.

Perigos associados à dieta da proteína

Apesar de eficaz para perder peso, esta dieta é desequilibrada do ponto de vista nutricional. É desaconselhada a pessoas com problemas renais, e pode levar ao aumento do ácido úrico. Para quem tem problemas de colesterol elevado, aconselha-se o acompanhamento médico durante uma dieta deste tipo.

Alimentos ricos em proteína que devem estar presentes nesta dieta:
Carne, peixe, marisco, lentilhas, grão, amêndoas, fígado, verduras

Alimentos a evitar:
Pão, bolos, bolachas, massas, batatas, bananas, refrigerantes e álcool

Recomenda-se o consumo moderado de carnes gordas, queijos gordos e ovos.