A dieta do sangue foi criada pelo Dr. Peter DÁdamo que diz que existe uma reação entre os alimentos que ingerimos e o nosso tipo sanguíneo.

A dieta do sangue é muito fácil de seguir e essencialmente consiste em combinar os alimentos com o nosso tipo de sangue. Ela é dividida em 3 tipo de alimentos, os bons e aconselhados, os neutros, e os alimentos a evitar, ou seja, aqueles que podem atuar de forma mais prejudicial no nosso organismo.

Sangue Tipo A

As pessoas com este tipo de sangue são normalmente pessoas com um sistema digestivo sensível, com dificuldade em digerir proteínas e gordura animal. Uma alimentação à base de vegetais, peixe e fruta será o ideal.

Sangue Tipo B

As pessoas com sangue tipo B podem ter uma dieta bastante variada e dão-se muito bem com leite e derivados.

Sangue Tipo AB

Pessoas com esta junção dos tipos de sangue A e B têm geralmente um aparelho digestivo sensível, mas um sistema imunológico muito tolerante.

Sangue Tipo O

Este é o grupo sanguíneo mais predominante e os seus portadores precisam de proteínas diariamente. Têm um aparelho digestivo bastante forte e tolerante.

Só precisa saber o seu tipo de sangue e combinar de forma adequada os alimentos. A dieta sanguínea é uma dieta bastante simples e uma mais valia para a sua saúde.